Contato

Conheça mais sobre nossos projetos no nosso site http://www.cosmopolitaarquitetura.com.br, e também em nossa página do Facebook https://www.facebook.com/cosmopolitaarquitetura

15 de fev de 2012

Cadeiras urbanas

(Fonte: Topos Magazine)

Aqui no Brasil, o mobiliário urbano das cidades costuma ser muito estático, fixo e conservador. Talvez por motivos de segurança pública, o que se costuma encontrar nas praças e espaços públicos são bancos de concreto, bancos de madeira ou, no máximo, mesinhas com banquetas para se jogar xadrez ou dama.

Cadeiras do Bryant Park, em Nova Iorque.

Nos Estados Unidos e Europa, a realidade é um pouco diferente. As pessoas adoram peças de mobiliário urbano móveis e dinâmicas. Não é de se estranhar a preferência, pois imaginem que agradável poder pegar uma cadeira e escolher o seu local preferido da praça para colocá-la.   Um exemplo deste tipo de mobiliário são as clássicas cadeiras parisienses de metal e madeira, copiadas para o Bryant Park de Nova Iorque. 

(Fonte: Topos Magazine)


Em Estocolmo na Suécia, o designer Thomas Bernstrand está expondo na Feira do Mobiliário um novo conceito de mobiliário urbano móvel, projetado para a Nola. A ideia surgiu a partir de uma análise de Bernstrand's. Ele notou que além do problema de furto, difícil de se evitar completamente mesmo em países desenvolvidos, as cadeiras se tornavam demasiadamente espalhadas ao longo do dia, representando um problema na manutenção e organização do espaço público. Enxergando este problema, o designer surgiu com uma ideia muito inteligente, a qual foi inspirada em um sistema utilizado com carrinhos de supermercado.

Mercado Albert Heijn - Holanda
(Fonte: Natasha Henny)

O sistema consiste numa espécie de fechadura adaptada às cadeiras, a qual as permite conectá-las. O mecanismo permite que a cadeira seja desatada quando uma moeda específica é colocada no dispositivo. A moeda é recuperada quando a cadeira é novamente devolvida ao conjunto, estimulando que o próprio usuário faça a sua parte na organização. Cidadania ensinada através da velha tática de mexer um pouco no nosso bolso.
As cadeiras de Bernstrand conectadas. O design é simples, mas a cor
vibrante dá um ar divertido e cool.
(Fonte: Topos Magazine)

Fonte: Topos Magazine. Agradecimento especial à arquiteta e seguidora do nosso blog Natasha Henny, pela dica do post de hoje!

Nenhum comentário: